Bem vindo - Welcome - Bienevenido - Benvenuti

Entre!
Compartilhe!
Fique a vontade!
Sinta-se em casa!

domingo, 12 de dezembro de 2010

Maio/2010 - Viagem Porto de Galinhas - PE




Olá pessoal, estou de volta com um novo post de dar água na boca!
Dessa vez vamos falar da inesquecível Porto de Galinhas no litoral Pernambucano.
A praia de Porto de Galinhas está localizada no município de Ipojuca, a 65 km ao sul do Recife. Em direção sul. Vindo do Recife, a sequência de praias de Porto de Galinhas começa com Camboa (ao norte do Porto de Suape), Muro Alto, Cupe, Porto de Galinhas, Maracaípe e Pontal de Maracaípe. A temperatura média da água em Porto, arredores e piscinas naturais são de 28 graus centígrados. Da ponta de Maracaípe e Camboa são 18 Km de coqueirais.

Há diversas maneiras de se programar uma viagem a Porto de Galinhas, ir até uma agência de viagens, comprar uma passagem aérea até Recife, ou até mesmo comprar um opcional desde Recife, etc...
Mas se você não pode, ou não está a fim de gastar toda aquela grana que os pacotes de viagens custam, uma dica é ir até Recife e de lá passar o dia em Porto de Galinhas. Da praia de boa viagem, onde eu estava hospedada até Porto de Galinhas são cerca de 80 km e pouco mais de 1h30m de carro. Nos hotéis de Recife você encontra facilmente serviços de transfer com motorista em carro executivo, dia todo, que te leva até Porto de Galinhas por uma bagatela de R$ 40,00 por pessoa. (veículo em espera).
Agente o transfer para bem cedo, tipo 6h00.
É preciso chegar cedo para poder pegar a maré baixa e fazer um dos mais atraentes passeios deste destino: O passeio de Jangada.
Passeios de jangada nas piscinas naturais custam R$ 10,00 por pessoa, e incluem máscara de mergulho, snorkel e ração para alimentar os peixes.






A seguir, você pode agendar um passeio de buggy de aproximadamente 4 horas, onde você irá conhecer de ponta a ponta as maravilhas desse lugar. Nesse passeio o buggeiro te leva para as praias mais afastadas, e conseqüentemente mais lindas e preservadas, o que faz do passeio um espetáculo ao ar livre. O passeio consiste na vista das praias de Muro Alto, Cupe, Porto de Galinhas, Maracaípe e Pontal de Maracaípe. Em cada praia há parada para banho de mar, caminhada e fotos. (você determina o tempo que quer ficar em cada praia) Na praia de Cupe é onde o cenário mais se parece com uma praia deserta e paradisíaca. Em Macaraípe, área de reserva ambiental, é imprescindível a parada pra saborear um bom peixe em alguns dos restaurantes pés na areia.













Não deixe de fazer também o passeio de jangada no mangue de Pontal de Macaraípe, onde você pode ver cavalos marinhos nas mãos dos jangadeiros.
Vale lembrar que todas as praias do roteiro apesar de preservadas e afastadas possuem infra-estrutura com banheiros, quiosques e restaurantes. O passeio de Buggy custa em média de R$ 120,00 a R$ 140,00 para quatro pessoas. O almoço em um dos restaurantes pés na areia não fica mais que R$ 35,00 por pessoa.
Após o passeio curta o fim de tarde em alguns dos quiosques tomando uma boa caipinha com frutas da região ou uma refrescante água de côco.












Termine o dia passeando pelas diversas lojinhas de artesanato, onde você pode encontrar inúmeros artigos artesanais e lembrancinhas. A grande vantagem de Porto de Galinhas é que tudo fica bem próximo e assim você não precisa andar km de um lugar a outro.













Bom, espero que tenham gostado e até a próxima viagem!

Dicas:

- Assistir ao pôr-do-sol à beira do Rio Maracaípe.
- Sorvete de frutas da região. Cajá e Graviola.
- Usar protetor solar sempre a cada 30 minutos.
- Alimente os peixes com a ração apropriada, fornecida pelos jangadeiros.
- Leve chinelos do tipo "havaianas" para o passeio nas piscinas naturais, isso ajudará -você a caminhar sem machucar os pés nos corais.
- Respeite os locais e praias que não estão abertos a visitação.
- Beba bastante água durante o dia, o clima é bastante árido.
- Faça passeios com buggeiros credenciados, o barato dos clandestinos pode sair muito caro.

Não deixe de fazer:

- Um mergulho nas piscinas naturais.
- Passeio de buggy
- Compras na feirinha de artesanato no portal da cidade.



Sites que me ajudaram a montar o roteiro:

http://www.portodegalinhas.com.br



quinta-feira, 28 de outubro de 2010

Junho/2010 – Viagem São Thomé das Letras – MG





Foto: Pôr do Sol Mirante - Lilian Teixeira
Com certeza você já deve ter ouvido falar que São Thomé das Letras é a cidade onde se toma chá de cogumelo, ouve-se histórias de pessoas que viram Ets, Bruxas ou Gnomos. Certo? Errado!

São Thomé das Letras é muito mais que um ponto de encontro para hippies e pessoas alternativas. A cidade é uma exposição viva das mais belas obras da criação divina. Montanhas, cachoeiras, desfiladeiros e o pôr do sol incomparável fazem de São Thomé uma das cidades mais surpreendentes que já visitei.
Essa idéia ganha força e vai se tornando real à medida que você vai chegando à cidade. Uma estrada que parece não ter fim te leva de Três Corações a São Thomé em aproximadamente 1h. Percorrendo a estrada, é possível visualizar milhares de cascalhos e pedras de Quartzito, que é abundante na região. O local descampado e silencioso nos remetem a visão de uma cidade de velho oeste.


Já na cidade é possível hospedar-se em diversas pousadas com ambientes bem característicos onde o luxo e a diversidade não são o grande atrativo. A Pousada dos Anjos é um grande exemplo disso e uma ótima opção para quem procura bom preço, bom atendimento e aconchego. Não pense que dois ou três dias são suficientes para conhecer São Thomé. Essa cidade esconde maravilhas e lugares inacreditáveis, impossíveis de serem apreciados em apenas um final de semana. São Thomé das Letras é uma cidade para se voltar de tempos em tempos e viver as experiências de uma forma diferente a cada visita.



Sim, a cidade é cercada de lendas e contos, onde na maioria das vezes os personagens são E.Ts, Gnomos, Bruxas e figuras utópicas. Mas além da influência lendária que esse local nos proporciona, é possível mesmo sentir um clima diferente, uma mística que vai além da compreensão humana.
Como explicar a inércia desconhecida que move carros na Ladeira do Amendoim sem qualquer força motora? Ou entender os mistérios da gruta que tem um portal para outra civilização? São Thomé faz jus ao nome, onde temos que “Ver para Crer”




A seguir vídeo com imagens do carro subindo a ladeira do amendoim:

video




Ao caminhar pelos arredores dessa “pequena grande” cidade é possível ver seus habitantes com semblantes extasiados e cheios de hospitalidade.O dia parece que não passa, e quando chega a noite, o céu parece tão próximo que é possível ter a sensação de pegar as estrelas com a mão. É um lindo espetáculo. Voltar pra casa após um final de semana em São Thomé das Letras significa equilibrar as energias, limpar a mente e ter muita história pra contar.



Algumas fotos da viagem:


Foto: Lilian Teixeira

Foto: Lilian Teixeira


Foto: Lilian Teixeira

Foto: Lilian Teixeira

Foto: Lilian Teixeira


Dicas:

- Leve agasalho e gorros, a temperatura costuma cair inesperadamente;
- Se possível vá de carro, os pontos turísticos e as belas cachoeiras são distantes do centro da cidade;
- Agende sua hospedagem antecipadamente;
- Leve a máquina fotográfica, a cidade é recheada de belos cliques;
- Não deixe de visitar as lojinhas de artesanato, lá tem de tudo;
- A gruta São Thomé é uma ótima opção para um pic nic;
- Ver pelos menos um por do sol em alguns dos mirantes da cidade;
- À noite, uma ótima opção para ouvir histórias e contos é ficar próximo a pracinha da igreja matriz. Lá circulam personagens misteriosos;

Não deixe de visitar:

- Toca do Leão;
- Pirâmide;
- Ladeira do amendoim;
- Mirante;
- Cachoeira véu da noiva;
- Cruzeiro pela noite;

Sites que me ajudaram a montar o roteiro: